A comunidade portuguesa de Macau: integração e língua de acolhimento | The portuguese community of Macao: integration and host language

 

 

 

Inês Branco
Professora auxiliar convidada do Departamento de Línguas Literaturas e Culturas (DLLC) da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Resumo:

Esta pesquisa foca-se na comunidade imigrante portuguesa em Macau. Analisa os usos dos média - étnicos, mainstrem e transnacionais - por imigrantes durante o processo de integração: na manutenção dos laços com o pais de origem e na adaptação à sociedade de acolhimento, em que a língua de acolhimento assume um papel crucial. A investigação enquadra-se nos estudos de audiências e baseia-se na teoria dos Usos e Gratificações dos Média (Katz, Blumler, & Gurevitch, 1974). No que respeita à integração, assenta no modelo de estratégias de aculturação de Berry &Sam (2001, 2006). Quanto à lingua, assenta na teoria do poder e da prática de Bourdieu (1991), especificamente na parte relativa ao poder simbólico da língua. Quanto à metodologia, foram realizadas 29 entrevistas semi-estruturadas e em profundidade. A amostra foi de conveniência e teoricamente sustentada. A seguir às entrevista, foi feitra uma análise de conteúdo individual e transversal. Este artigo pretende contribuir para o enriquecimento de linhas de investigação sobre audiências activas dos média e como fonte de informação para políticas relacionadas com os média e com a língua de acolhimento. No caso de empresas de comunicação, a informação obtida poderá ser útil para adaptarem melhor os seus conteúdos a este público específico.

Palavras-chave: imigração, integração, língua de acolhimento, usos e gratificações dos média, Macau, portugueses em Macau.

 

Abstract:
The research focuses on the Portuguese community living in Macao. It analyses the uses of media - etnical, mainstream and transnational - by immigrants, during the integration process: in the preservation of the links with their home country and in the adaptation into the new society, in which the host language assumes a crucial role. Theoretically, the research is based on the model of Uses and Gratifications of media (Katz & Blumler, 1974), on Berry´s model of Acculturation Strategies (Berry & Sam, 2006) and on Bourdieu´s Theory of Power and Practice (Bourdieu, 1991), specifically in what concerns Language as a Symbolic Power. The methodology relied on 29 in-depth interviews in the Portuguese community. After the interviews, we did a content analysis, individually and transversally. This thesis aims to contribute fot the enrichment of lines of research on active audience studies and as a source of information to immigrants integration policies. For media companies, they may use this information to better adapt their contents to this specific target.

Keywords: National populism, China´s foreign policy, Trump Administration, adaptability.

 

 

 

 

 

 

voltar ao topo

Daxiyangguo - Revista Portuguesa de Estudos Asiáticos

Revista de Imprensa Asiática Principais Notícias

  • sexta, 31 maio 2019 Índia

     

     

     

     

    "The BJP is buoyant in the state and it has every reason to be. The party has, for the first time, secured lead in 29 of the 87 Assembly segments covering the six Lok Sabha seats in Jammu and Kashmir. Not just that, it is optimistic about further improving its tally in the Assembly elections, and form the government in the state."

     

     

     

     

     

     

     

     

     


     

     

     


     

     

     

     

     

     

     

     

     

  • sexta, 31 maio 2019 Iraque

     

     

     

    "Iraqi Prime Minister Adel Abdul Mahdi has ordered the heavily fortified Green Zone in central Baghdad to be open during Eid al-Fitr, his media office said."

     

     

     

     

     

     

     

     


     

     

     


     

     

     

     

     

     

     

     

     

  • sexta, 31 maio 2019 Israel

     

     

     

    "Exactly one month after the 21st Knesset were sworn in, a majority of the Knesset voted late Wednesday to disperse themselves and initiate an unprecedented repeat election on September 17."

     

     

     

     

     

     

     

     


     

     

     


     

     

     

     

     

     

     

     

     

Ver todas