Uma Administração para Timor Lorosae

(1999-2004)

 

Coordenação

Professor Doutor António Marques Bessa

 

Equipa

  • António Marques Bessa
  • Nuno Canas Mendes
  • Pedro Conceição Parreira
  • Mónica Ferro

 

Grupo de Investigação

Conflitos das Políticas Externas das Grandes Potências (2008-2012). 

 

Financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia

Referência: POCTI/CPO/34545/99

 


 

 

Objetivos

  1. Efetuar um levantamento das infraestruturas administrativas existentes, bem como da composição sociocultural do território e do seu posicionamento na comunidade internacional.
  2. Proporcionar um contributo académico-científico para a reconstrução da administração do território, conseguindo deste modo não só treinar um conjunto de estagiários para as técnicas de levantamento no terreno de necessidades em matéria de Administração pública (aplicáveis a Portugal), como ainda ter a possibilidade de ver algumas recomendações, se não todas, aplicadas no terreno.
  3. Contribuir para o avanço da Ciência Política no âmbito da aplicabilidade prática à formação de um novo Estado.
  4. Propiciar a especialização de académicos portugueses nesta área, por forma a aproveitar e potenciar o acervo científico acumulado pela longa presença portuguesa em Timor.

 

Resultados do projeto

  • Publicação do relatório final, intitulado “Timor-Leste em Mudança: Ensaios sobre Administração Pública e Local”.
voltar ao topo

Daxiyangguo - Revista Portuguesa de Estudos Asiáticos

Revista de Imprensa Asiática Principais Notícias

  • sexta, 19 outubro 2018 Rússia - Ucrânia

     "Officials with the Federal Security Bureau of Russia said that Russian border guards detained three ships of the Ukrainian Navy as the 

    latter were trying to travel across the Black Sea from the port of Odessa to the port of Mariupol in the Sea of Azov. The Ukrainian
    warships committed a number of provocative acts, FSB officials said."

     

     

     

  • sexta, 19 outubro 2018 Filipinas

    "MANILA: Rights groups raised fears yesterday after Philippine President Rodrigo Duterte announced plans to create a “death squad” targeting 

    suspected communist rebels, saying it would worsen the “calamity” triggered by his deadly drug war."

     

  • sexta, 19 outubro 2018 EUA - CHINA

    “Tit-for-tat retaliation” may be the singular option for the United States to halt an ever-broadening Chinese influence campaign that 

    targets American freedoms and democracy, according to a report written by some of the US’ most prominent China experts and issued on
    Thursday."

     

     

Ver todas