Atividades do IO no âmbito dos 20 anos da RAEM/Macau

Por forma a assinalar a data dos 20 anos da transição de Macau para a Região Administrativa e Especial de Macau (vulgo RAEM) o Instituo do Oriente, em parceria com várias entidades e organismos, vai desenvolver um ciclo temático no último trimestre do ano de 2019 cujo programa divulgamos na íntegra:

-----------------------------------------------------

Outubro 2019

Projecção Doc. «Macaenses em Macau: Renovando a identidade»

Data: 25/out. 11:30h. ISCSP Anfiteatro piso -1, sala 7 (inserido na aula Nacionalismos e Identidades) sessão aberta

Em articulação com a Unidade Curricular da Antropologia pretende-se com esta acção realçar a especificidade da comunidade macaense no actual contexto da sociedade de Macau após os 20 anos do período da transição e o modo como a mesma vai mantendo e renovando os seus traços identitários.

O contributo desta iniciativa enquadra-se nas áreas temáticas que o IO vem desenvolvendo de forma abrangente e potencia também a matéria integrada na disciplina de Nacionalismos e Identidades ministrada aos alunos de Antropologia e Relações Internacionais.

A sessão terá o contributo da presença de um elemento do IO, outro da UC de Antropologia e da Produtora LivreMeio para debate final sobre o tema.

 

--------------------------------------------------------

Novembro 2019

Conferência temática: Falar de Macau cantando canções

Data: 21/Nov. 17:30h. ISCSP (Sala: Anfiteatro Piso -1, sala 7) sessão aberta

A contextualização da RAEM/Macau em termos de realidade intrínseca aos estudos elaborados pelo IO tem merecido várias abordagens e divulgações de formas distintas, a proposta agora apresentada mantem o quadro interpretativo dessa realidade mas enquadrada em parâmetros diferentes dos habituais

Falar de Macau ao som das palavras (poemas) e canções é a proposta lançada para realçar o seu enquadramento através das narrativas poéticas que são também marcadores sociais e culturais do seu quotidiano e das suas memórias.

Em torno de cada tema far-se-á o devido realce dos elementos que interagem na caracterização da sociedade macaense por forma proporcionar uma visão multifacetada da sua particularidade dando-lhe assim um formato e um enfoque de conferência temática.

 

Projecção da Longa-metragem Macau/RAEM 20 anos

Data: 29/Nov. 18:00h. Museu do Oriente (Anfiteatro Principal) Entrada Gratuita

O espólio que marcará o futuro de Macau, em termos da sua contemporaneidade, será aquele que conseguirmos realizar hoje para que faça parte das memórias futuras, nesta linha de abordagem a LivreMeio associou-se ao Instituto do Oriente e á Fundação/Museu do Oriente, para a produção de seis documentários sobre o lema «Macau 20 anos depois»

A intenção dos documentários realizados vão nessa linha de contributo, registar o que marcou uma época com os seus ”atores” principais, ou seja, os portugueses, os macaenses, os chineses, as instituições e as festividades de matriz lusófona que gravitam em torno da vida comum de Macau.

A longa-metragem que agora se apresenta é a sumula dos seis documentários produzidos, sintetizando os temas abordados e permitindo uma visão global sobre as questões levantadas e os contributos registados.

 

---------------------------------------------------

Dezembro 2019

Debate sobre o Futuro da Identidade Macaense

Data: 06/Dezembro, 18:00h. Museu do Oriente (Sala: Pequim) sessão aberta

A proposta para a realização de um debate em torno da Identidade macaense em parceria com a Fundação/Museu do Oriente, projecta-se pela necessidade de equacionar as perspectivas do futuro da comunidade. A RPChina vai impondo mudanças e dinâmicas que se cristalizaram nestes 20 anos de existência da RAEMacau, a comunidade macaense, por sua vez, continua activa e presente e vai marcando a dimensão dos seus traços identitário pelas iniciativas e posicionamento que vai assumindo.

A questão que podemos colocar nesta fase é precisamente a de saber qual o seu futuro nos anos vindouros. Pretende-se assim com este debate contribuir para equacionar as reflexões e os pontos de vista que a “comunidade” vai sentindo de forma a permitir uma singela estruturação que possa ser divulgada e apropriada por quem dela quiser dar continuidade.

 

Espectáculo de Afectos: Macau 20 anos, 20 poemas 20 canções

Data: 13/Dezembro, 18:00h. Museu do Oriente (Anfiteatro Principal) Entrada Gratuita

Por regra os anos redondos são sempre interessantes (ou motivo) para celebrações, efemérides, comemorações e outras tantas formas de nos ir avivando a memória com um registo ao passado.

O ano de 2019 marca os 20 anos da transição do território de Macau para a constituição da RAEM (Região Administrativa e Especial de Macau), motivo por certo de comemoração e celebração para a Republica Popular da China (RPC). Porém para nós portugueses e macaenses será também uma data a festejar fazendo ouvir a nossa voz, manifestando os nossos afectos e avivando as nossas memórias que registam os 20 anos de nossa presença, razão porque o Instituto do Oriente se associa à Fundação/Museu do Oriente para produzir este espectáculo que procura apenas celebrar Macau.

voltar ao topo

Daxiyangguo - Revista Portuguesa de Estudos Asiáticos