Política Editorial

A política editorial da Daxiyangguo – Revista Portuguesa de Estudos Asiáticos procura seguir um critério de colaboração alargado, no âmbito das Ciências Sociais e Humanidades, que vise a divulgação das grandes temáticas dos Estudos Asiáticos, de preferência de interesse para Portugal. Os autores deverão enviar os seus textos originais e não os deverão submeter a outras publicações em simultâneo.

 

Submissão de artigos

Os artigos devem ser submetidos eletronicamente em formato Microsoft Word para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , juntamente com uma breve nota biográfica do autor. A redação dos artigos deverá ser feita em língua portuguesa ou inglesa. O português será o idioma base de publicação. Os artigos deverão ter preferencialmente entre 6,000 e 12.000 palavras, e as recensões entre 2000 e 3000 palavras, incluindo espaços, notas e referências bibliográficas.

Na sequência da primeira escolha, da responsabilidade da Direção da Revista, os textos selecionados serão submetidos a um processo de double-blind peer review. Os reviewers poderão ou não coincidir com os membros do Conselho Consultivo da revista. Os pareceres dos reviewers, sem indicação dos nomes dos mesmos, poderão ser encaminhados para os autores quando tal se justificar. Quando aplicável, será indicado um prazo limite para a revisão dos artigos, findo o qual, e na eventualidade da ausência de resposta, o Gabinete Editorial e a Direção reservam-se ao direito de decidir sobre a publicação do artigo. 

 

Indicações gerais para o texto

Espaçamento entre linhas: 1,5

Espaçamento entre parágrafos: 2

Fonte: Garamond

Tamanho: 12

Título: deve ser indicado no início do artigo, a negrito.

Nota de autor: No parágrafo imediatamente seguinte ao título deve constar uma nota sobre o autor. A nota deve incluir, em primeiro lugar, o nome do autor, a negrito e, por baixo, a filiação, morada completa e correio eletrónico.

Deve ser utilizado o sistema autor-data, conforme o livro de estilo da American Psychological Association (http://www.apastyle.org/learn/quick-guide-on-references.aspx). Exemplo:

(Coissoró, 2009, p.10).

Tabelas e figuras: indicação do tipo e número da ilustração, seguido do respetivo título e terminando com a menção da fonte de onde provém a informação. As imagens serão publicadas a preto e branco. O envio de imagens de alta qualidade e a permissão da publicação das mesmas são da responsabilidade do autor.

Resumo/Abstract

O Resumo deve ser precedido pelo título homónimo, alinhado à esquerda e a negrito. No parágrafo seguinte deve tomar lugar a redação do texto, em itálico, que deve corresponder a um parágrafo entre 100 e 150 palavras, em português e inglês. Abaixo devem ser adicionadas entre duas a quatro palavras-chave, em itálico e entre vírgulas, em português e em inglês. O título também deverá ser apresentado em português e inglês.

 

Reference list

A lista de referências deve ser apresentada alfabeticamente e em inglês. Deve ter início na primeira página seguinte ao término do corpo de texto. O título “Reference List” deve ser indicado no canto superior esquerdo, a negrito. A formatação é pendente. 

 

Direitos de autor

É condição de publicação na Revista que os(as) autores(as) cedam os direitos ao Instituto do Oriente/ISCSP-ULisboa. Ao ceder os direitos, os(as) autores(as) podem posteriormente utilizar o seu material noutras publicações, desde que a Revista seja identificada como o local original de publicação e o Instituto do Oriente/ISCSP-ULisboa notificado a priori e por escrito.

voltar ao topo

Revista de Imprensa Asiática Principais Notícias

  • sexta, 20 julho 2018 Israel

    Israel’s Parliament on Thursday approved a controversial piece of legislation that defines the country as the nation-state of the Jewish people but, critics warn, sidelines minorities.

  • sexta, 20 julho 2018 Coreia do Sul

     

    A Seoul court on Friday sentenced former President Park Geun-hye to eight years in prison for illegally taking off-book funds from the state spy agency and interfering in elections during her term in office.

     

     

  • sexta, 20 julho 2018 Japão

    Japan has amassed enough plutonium to make 6,000 atomic bombs as part of a program to fuel its nuclear plants, but concern is growing that the stockpile is vulnerable to terrorists and natural disasters.

     

Ver todas